NOTÍCIAS

ZUMBA NA SELVA

Uma fonte de energia que emane som estereofónico, professoras com vontade indómita de dançar e um grupo de pessoas com desejo de mexer, remexer, girar, regirar, contorcer com uma intensidade que até cansa quem apenas fica a ver...assim se resume em poucas linhas o que foi o Zumba na Selva. Aproveitamos esta oportunidade para enquadrar as diversas angariações de fundos dos escuteiros.

 

O Escutismo é um movimento de educação informal onde a tónica da sua ação se encontra na auto-aprendizagem através das escolhas da própria criança/jovem e onde os animadores tem a intervenção do acréscimo da intencionalidade pedagógica nas ações sufragadas.

 

Embora a escola nos tempos recentes pareça promover o facilitismo, no escutismo, procuramos que a criança/jovem, aprenda que na vida nada se obtêm sem esforço, se queremos algo é necessário lutar para que aconteça. E, é com essa intenção que os educamos no esforço.

 

Assim, o agrupamento 608, apresenta à comunidade várias angariações de fundo onde a intensidade do esforço dos elementos aumenta com o escalão etário. Os lobitos, dos 6 aos 10 anos, lenço amarelo, presenteiam-nos com castanhas assadas, compotas e as flores próximo do Domingo de Ramos e, excecionalmente, este ano este Zumba na Selva.

 

Os exploradores, dos 10 aos 14 anos, lenço verde, já podem assumir mais responsabilidades, por isso, são os principais divulgadores da sua francesinha e, são os responsáveis de cada uma das mesas durante a mesma. Os pioneiros, dos 14 aos 18 anos, lenço azul, assumem responsabilidades diversas no âmbito da sua noite gastronómica ou na lavagem e limpeza de carros. Os caminheiros, dos 18 aos 22 anos, lenço vermelho, são jovens adultos já com responsabilidade civil, pelo que geram todo o processo do Pão de ló: a gestão das encomendas, a compra de géneros, a cedência e a limpeza dos espaços, a confeção e, finalmente, a respetiva venda.

 

Podemos concluir que as angariações de fundos tem um duplo objectivo: uma intensão educativa de combate ao facilitismo e, evidentemente, amortizar o custo das atividades aos familiares das nossas crianças/jovens. Por outro lado é uma forma de toda a comunidade nos ajudar neste esforço educativo da qual beneficiará no futuro certamente.

 

Muito obrigado pelo vosso apoio.

SOBRE NÓS

A Paróquia de S. Mamede de Perafita está inserida na Vigararia de Matosinhos, Diocese do Porto. Dela, neste momento, fazem parte 12 organismos e um Centro Social: o Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto.

LOCALIZAÇÃO

PARÓQUIA DE SÃO MAMEDE DE PERAFITA


Praceta Padre Ângelo Ferreira Pinto, nº 25
4455-469 PERAFITA

COMUNICAÇÕES PAROQUIAIS

Para receber a newsletter ANuntio e todas as

comunicações paroquiais, indique:

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados Paróquia de S. Mamede de Perafita