QUEM SOMOS

A Paróquia de S. Mamede de Perafita está inserida na Vigararia de Matosinhos, Diocese do Porto. Dela, neste momento, fazem parte 12 organismos e um Centro Social: o Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto. Como o próprio nome indica, o padroeiro desta Paróquia é o mártir S. Mamede, cuja festa se celebra anualmente no 1º Domingo de Julho.

COMUNIDADE DE PERAFITA

A freguesia de Perafita, situada a 250 metros do litoral na estrada que liga Matosinhos a Vila do Conde, foi crescendo e evoluindo ao longo dos tempos. É por esse motivo que representa muitos anos de história e desenvolvimento em todo o caminho percorrido até aos dias de hoje.


É curioso perceber o sentido etimológico da sua designação: Perafita. Antigamente, os marcos usados para a demarcação das vilas chamavam-se pedras fitas. E foram esses marcos, de tão largo uso popular, que originaram designações locais como Petrafita, hoje Perafita. O termo “Perafita” aparece citado em documentos do século X com a forma de Petrafita. Entende-se, por isso, que o primeiro elemento morfológico é, em latim, petra, pedra. Ou seja, a palavra Perafita proveio de Petra-ficta que, à letra, significa pedra feita. É verosímil acreditar que a origem do nome esteja efetivamente ligada à existência, em tempos antigos, de monumentos funerários feitos em pedra (antas) nesse local. Perafita tem, por isso, uma história marcada pela antiguidade do seu povoamento. São vários os vestígios arqueológicos encontrados.


Em meados dos séculos XVI e XVII, Perafita designava-se por “villa” que, mais tarde, passou a ser sinónimo de “paróquia”. À vila de Perafita (Petra Ficta) foram anexadas as vilas de Freixieiro (Fraxinarius), Jam (Johani) e Pampelido (Pampilidinus). Curiosamente, esta freguesia pertenceu ao concelho da Maia e só no século XIX passou a pertencer ao concelho de Bouças, atual de Matosinhos.


De um modo geral, as paróquias rurais sempre foram criadas e desenvolvidas em volta das respetivas igrejas, que estavam confiadas à fidelidade de um sacerdote. Na maioria das vezes, eram os agricultores das vilas que, coletivamente, erguiam uma igreja, elegiam um santo padroeiro e fundavam de modo próprio uma paróquia. Assim se sucedeu em Perafita, onde, por um grupo de lavradores foi levantada a igreja, no século X ou XI, no centro da freguesia.

 

A atual igreja paroquial é um belo templo de duas torres, com obra de talha dourada na capela-mor. Ostenta, ao que parece, o brasão heráldico de D. Jerónimo de Meneses, bispo do Porto entre os anos de 1592 a 1600, isto é, um escudo partido com três lobos na primeira metade e um báculo na segunda. Inicialmente (séculos X e XI), a igreja apenas continha três altares, mas, posteriormente, entre 1749 e 1758, com a ajuda dos perafitenses e do então abade Leopoldo Xavier Pereira de Queirós realizou-se uma grande reforma. Assim, foi possível engrandecer e ampliar a igreja, que passou a ter cinco altares.


Durante muitos anos, competia a administração paroquial à Confraria do Subsino, composta por vários elementos eleitos a votos pelo povo da localidade. Frequentemente, realizavam-se reuniões em audiência pública no adro da igreja, junto da chamada “pedra de audiência”, onde se debatiam inúmeros assuntos de interesse comum. Essa pedra (ou mesa), embora modernizada, ainda permaneceu no lado direito do adro da igreja por algum tempo, e é atualmente o altar da nossa Igreja. À responsabilidade da Confraria do Subsino estava, também, a fábrica da igreja. A Confraria regulava-se, então, pelos antigos usos e costumes e pelo determinado no Livro das Visitações patente na Igreja, intervindo ainda em questões alheias à religião. Nos dias de hoje, é a atual Junta de Freguesia que substitui, para todos os efeitos, a respetiva Confraria.


A Paróquia de S. Mamede de Perafita, embora não sendo das mais populosas, é uma das mais antigas, mais afidalgadas e mais pitorescas do concelho de Matosinhos.

Ana Catarina Novais
 

por base em:
Resenha Histórica da Freguesia de 

S. Mamede de Perafita – Horácio Marçal

SOBRE NÓS

A Paróquia de S. Mamede de Perafita está inserida na Vigararia de Matosinhos, Diocese do Porto. Dela, neste momento, fazem parte 12 organismos e um Centro Social: o Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto.

LOCALIZAÇÃO

PARÓQUIA DE SÃO MAMEDE DE PERAFITA


Praceta Padre Ângelo Ferreira Pinto, nº 25
4455-469 PERAFITA

COMUNICAÇÕES PAROQUIAIS

Para receber a newsletter ANuntio e todas as

comunicações paroquiais, indique:

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados Paróquia de S. Mamede de Perafita